quarta-feira, 30 de março de 2011

Palestras encerram a Semana Mundial da Água 2011

Diante da semana mundial da água, foi realizado no Colégio Estadual Professor Fernando Azevedo uma série de palestras e trabalhos com a finalidade de promover inúmeras discursões sobre a seguinte temática: "Água para as Cidades: Respondendo aos Desafios Urbanos."

E na última sexta, 25, no período da manhã, integrantes do Informativo PensaDores juntamente com parceiros ambientalistas e alunos deram algumas palavrinhas em cima dessa temática, também tiveram diversos trabalhos envolvidos que complementaram de suma importância e de alto valor educativo, como painéis fotográficos, exposição de cartazes, banners, coreografia, paródias, desenhos, vídeos e exibição de curta metragem.

Desde já, um muito obrigado pelo convite cedido pela instituição, e queremos parabenizar a todos profissionais e alunos envolvidos nesse grande evento de conscientização ambiental.


Segue abaixo as fotos do evento:

Alunas do 3º Ano

''As Barangas" 

Alunos

Mesa Redonda

Palestrante Aécio Ferreira da Silva (Engenheiro Ambiental - DESO)
Assunto: Tratamento e distribuíção da água de Dores

Gilberto Luiz Santana (DEAGRO)
Assunto: Resíduos sólidos e lençol freático

Palestrante Jhony Rocha Santos (Informativo PensaDores)
Assunto: Poluíção dos recursos hídricos dorenses

Palestrante Gealisson Santos (Informativo PensaDores)
Assunto: Poluíção dos recursos hídricos dorenses

Confira o cronograma da Semana Mundial da Água 2011 realizada na instituição! Clique Aqui!

E a pesquisa foi por água abaixo!

É desmotivador ver a cena que presenciamos desde a semana passada nos laboratórios que estão localizados no Pólo de Novas Tecnologias, com a fatídica obra do Departamento de Física acima desses laboratórios. Antes do início obra, houve uma reunião entre os chefes do DQI e DFI, gerente da obra (engenheiro da UFS), fiscal da obra (engenheira contratada pela UFS) e engenheiro da empresa responsável pela obra. Na ocasião, fui bastante enfático com relação aos prejuízos e irresponsabilidades que a empresa anterior nos causou e todos estavam cientes de que deveria haver uma máxima atenção com a retomada dos trabalhos. Ficou acordado de que seríamos comunicados sobre cada etapa da construção. Coisa que nunca aconteceu. Enfim, vieram as chuvas e o mesmo aconteceu. Só que dessa vez ainda muito pior.


É lamentável ver os professores salvando os computadores, carregando ostrabalhos de pesquisa e projetos financiados, os laboratórios de cromatografia líquida e gasosa com os cromatógrafos, que não se pode remover, cobertos com lonas e a água inundando os equipamentos comprados com esforço sem medidas pelos pesquisadores, os laboratórios das profas. Luciane e Lara com baldes e lonas… e as pesquisas, as dissertações, os trabalhos comprometidos.

O que fazer?

Na busca por uma solução, fomos à maior autoridade da UFS, o Magnífico Reitor. Apesar de termos relatado o ocorrido ao chefe de gabinete, não fomos recebidos pelo Reitor e nem quis saber maiores detalhes sobre o ocorrido. Será que essa comissão, juntamento com o Reitor, não poderiam vir in loco para comprovarem a gravidade do ocorrido? Mas nada!

Então, o que nos resta fazer diante desse abandono, dessa indiferença? ( e são tantos os fatos que mostram isso… vejam com que velocidade anda uma pequena reforma de um pequeno laboratório como esse que estamos fazendo para Multiusuários da Graduação! E a reforma do almoxarifado? E a segurança? E o prédio de Química?)

Bem, vamos mais uma vez abrir processo!

Abrimos vários da outra vez e nada aconteceu além da pintura nas paredes dos laboratórios. Os prejuízos ficaram para os pesquisadores.

Mais Fotos:


OBS: Notícia de 25 fevereiro, 2011

Fonte: Departamento de Química da UFS

Mais Informações: Quimicaufs 

terça-feira, 29 de março de 2011

Mais uma Parceria!

(foto adaptada)

O Clube Dorense de Astronomia Órion foi criado em agosto de 2009, em conformidade com as metas de divulgação do Ano Internacional da Astronomia (AIA 2009), estabelecido pela ONU, com o objetivo de levar o conhecimento das ciências espaciais à população de forma ampla e objetiva, dentro de um esforço global que envolve pesquisadores, cientistas e astrônomos de vários países nessa missão. Em Sergipe, somos representantes oficiais desse esforço internacional, juntamente com os colegas da SEASE (Sociedade de Estudos Astronômicos de Sergipe), com sede em Aracaju e da qual também sou membro participante.
O CDA ORION tem como fundador a minha pessoa e conta com mais alguns membros que frequentam sempre as reuniões, desde o começo, além de convidados e demais interessados em Astronomia que estão quase constantemente nos visitando para conhecer mais sobre o tema proposto. Nosso grupo tem ganhado destaque Nacional pelas atividades que realizamos com frequência em nossa cidade e isto tem nos rendido convites regulares para ministrar oficinas, palestras e atividades em outros estados nos Encontros Regionais de Ensino de Astronomia (EREA). Viajamos bastante em 2010 e para este ano, já temos agenda para São Paulo, Paraná e Rondônia, entre outros destinos em andamento.

Segue em anexo um informativo semanal que divulgamos a todos os nossos membros e visitantes, além do nosso blog: www.cdaorion.blogspot.com onde postamos assuntos referentes à nossa atividade de trabalho.

Informamos que nossa próxima reunião será dia 09-04, às 19:00h, na sede do Projeto Memórias. Estão todos convidados.

''Desde já é com satisfação e em agradecimento pela presença de alguns dos integrantes do Informativo PensaDores à nossa última reunião do CDA ORION.''

Atenciosamente,

Astrônomo Prof. Esp. Nilson S. Santos
CLUBE DORENSE DE ASTRONOMIA ÓRION

segunda-feira, 28 de março de 2011

Por que tudo é tão caro no Brasil?


Como em qualquer situação complexa, há vários motivos. Mas os três principais são: impostos, impostos e mais impostos

Época - 22/05/2010 - 02:30 - ATUALIZADO EM 24/05/2010 - 15:28

O publicitário Eduardo Lopes, de 27 anos, trabalhou duro para realizar um de seus sonhos de consumo: comprar um Corolla 2.0, automático, zero-quilômetro, de R$ 75 mil. Há um mês, ele trocou seu Fiat Idea, comprado em 2008, pelo sedã da Toyota, o carro mais vendido no mundo, em uma concessionária de Goiânia, onde mora. Deu de entrada seu Idea, avaliado em R$ 32 mil, e pagou R$ 43 mil à vista. Para comprar um carro que custa 15 vezes sua renda média mensal, de R$ 5 mil, Lopes usou uma poupança de R$ 25 mil, formada durante dois anos à base de economias e alguns trabalhos extras. “Eu poderia partir para um carro popular, que é bem mais barato, mas gosto de conforto e acho que mereço”, diz.

Em comparação com o preço cobrado pelo Corolla em outros países, Lopes pagou uma pequena fortuna. De 13 países pesquisados por ÉPOCA, o Brasil é onde ele custa mais caro (leia o quadro abaixo). Nos Estados Unidos, ele é vendido por R$ 32.800 (US$ 19 mil), menos da metade do preço daqui. Na China, por R$ 37.100. No México, por R$ 37.200. Na Alemanha, por R$ 50.700. O preço médio dos 13 países é de R$ 45.800, 60% do preço nacional. A diferença, de quase R$ 30 mil, poderia ter servido para Lopes fazer uma série de outros gastos – ou poupar mais.

O caso de Lopes e seu Corolla não é isolado. ÉPOCA pesquisou os preços de outros 16 produtos lá fora. Em 12 deles, os preços brasileiros ficaram acima da média internacional. Um litro de gasolina custa em torno de R$ 2,70 aqui, em comparação a uma média no exterior de R$ 2,25 – 17% a menos. Uma geladeira de 320 litros custa cerca de R$ 1.600; lá fora, a média é de R$ 941. Os únicos produtos em que os preços no Brasil são menores que a média internacional são uma caneta Bic tradicional, uma lata de Coca-Cola, um livro e um maço de Marlboro (o cigarro, sobretaxado nos países desenvolvidos por causa dos prejuízos à saúde, custa aqui 30% menos que no exterior).

Isso explica a volúpia com que os turistas brasileiros vão às compras quando viajam para o exterior. Segundo dados da Secretaria de Turismo dos Estados Unidos, os turistas que mais gastaram dinheiro no país em 2009 foram os brasileiros – US$ 4.800 per capita. Ficaram à frente de australianos e japoneses, conhecidos como os maiores gastadores do mundo. De acordo com o empresário gaúcho Henri Chazan, de 40 anos, presidente do Instituto da Liberdade, uma entidade voltada para a defesa da livre-iniciativa e dos direitos individuais, é possível pagar a passagem, de cerca de US$ 1.000 (R$ 1.800) só com a diferença entre os preços nos Estados Unidos e no Brasil. Chazan calcula que quem comprar seis camisas da griffe Tommy Hilfiger, quatro calças de sarja e dois tênis recém-lançados no mercado consegue tirar a passagem praticamente de graça. Lá, segundo ele, as camisas custam R$ 45 (US$ 25) num outlet perto de Miami. Aqui, R$ 150. As calças saem por R$ 55 (US$ 30) lá e por R$ 150 aqui. Os dois tênis custam R$ 300 lá e R$ 1.000 aqui. Some tudo: R$ 1.700 a menos. Chazan diz que recentemente ele e sua mulher compraram um carrinho de bebê Peg-Pérego Pliko P3 em Miami por R$ 410 (US$ 229). No Brasil, ele custa R$ 1.100, quase o triplo. “Como sou pobre, só compro nos Estados Unidos”, brinca. “Não é consumismo. É que lá é mais barato e o produto é melhor.”







Visitem o site da brasileficiente e assinem no abaixo assinado!
 Comentem!!!

Saiba mais sobre o Concurso dos Correios 2011

Concurso Correios 2011 - Sai edital para o concurso Correios 2011. O prazo para inscrição começou nesta quarta-feira, 23 de março de 2011. O concurso Correios oferece 8.346 vagas e formação de cadastro de reserva para o cargo de Agente de Correios, de nível médio. Os candidatos poderão disputar postos em três atividades: Atendente Comercial (2.272 vagas), Carteiro (5.060) e Operador de Triagem e Transbordo (1.014).

A remuneração base para os aprovados no concurso Correios é de R$ 807,29 mais benefícios.

Inscrição

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 05 de abril de 2011 através do site da Cespe/UNB.

A taxa de inscrição é de R$ 32,00.

Provas Concurso Correios

A prova objetiva para o cargo:

- Agente dos Correios - Atividade 1: Atendente Comercial e para o cargo: Agente dos Correios - Atividade 3: Operador de Triagem e Transbordo terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 15 de maio de 2011, no turno da manhã.
- Agente dos Correios - Atividade 2: Carteiro terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 15 de maio de 2011, no turno da tarde.

Os locais e o horário de realização da prova objetiva já estão disponíveis para consulta na Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/correiosagente2011.

Gabarito

Os gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva serão divulgados conforme a seguir.

Para o cargo: Agente dos Correios - atividade 2: Carteiro serão divulgados na Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/correiosagente2011, a partir das 19 horas, na data provável de 16 de maio de 2011, observado o horário oficial de Brasília/DF.

Para o cargo: Agente dos Correios - atividade 1: Atendente Comercial e para o cargo: Agente dos Correios - atividade 3: Operador de Triagem e Transbordo serão divulgados na Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/correiosagente2011, a partir das 19 horas, na data provável de 17 de maio de 2011, observado o horário oficial de Brasília/DF.

Validade

O prazo de validade do concurso Correios 2011 esgotar-se-á após um ano, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.


•Veja Edital Concurso Correios – Agente de Correios
•Veja Edital Concurso dos Correios – Outros Cargos

Fonte: Infonet

domingo, 27 de março de 2011

Consórcio para gestão do lixo é aprovado por 17 prefeitos do Agreste Central

Prefeitos entregaram documento ao secretário Genival Nunes 
(Foto: Igor Andrade/Semarh)

O fim dos lixões a céu aberto para o Agreste Central. Esse foi o motivo que levou os prefeitos de 17 municípios que compõem o território do Agreste Central a dizerem 'SIM' e assinalarem positivamente ao ato de Consolidação do Consórcio Público de Saneamento Básico do Agreste Central Sergipano. O marco histórico para o Estado de Sergipe, que dá fim às lixeiras da região, ocorreu no Centro Comunitário de Macambira e foi coordenado pessoalmente pelo secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes Silva.

“Hoje sem dúvida alguma é o dia mais importante para as cidades do Agreste Central. O Governo do Estado tem manifestado o interesse e dado total apoio para que esse grande dia chegasse, e, em fim, o que antes parecia um sonho distante e difícil, hoje se concretiza, se torna uma orgulhosa realidade”, falou visivelmente emocionado Genival Nunes, que na ocasião representou o governador Marcelo Déda.

A Lei Municipal da aprovação do consórcio nas cidades, emitida pelas Câmaras de Vereadores de cada um dos 17 municípios, foi entregue pelos prefeitos ao secretário. O momento da entrega registrava muita emoção por parte dos gestores, os quais não se limitavam apenas ao aperto de mão, mas a abraço apertado no secretário.

Segundo o secretário, a consolidação do consórcio para as cidades do agreste central representa não só a eliminação das lixeiras a céu aberto nas cidades do agreste, que sempre foram sinônimos de proliferação de doenças e de constrangimento visual para a população e para gestor. “O consórcio é uma alternativa sustentável e economicamente viável para a destinação do lixo. O projeto prevê a criação de aterros sanitários de forma compartilhada e sustentável, aplicando a coleta seletiva, eliminando os lixões, além do manejo dos resíduos da construção civil e parcerias com os catadores de lixo”, destacou.

Eleição

Na reunião, em cumprimento a Lei do Consórcio, foi eleita a Diretoria do Consórcio Público, a qual é composta por quatro prefeitos membros.

Entre os 17 prefeitos do Agreste, a prefeita da cidade de Ribeirópolis, Evanira Nascimento Barreto, foi eleita a presidenta do Consórcio Público da Região do Agreste. Segundo o regulamento da lei do consórcio, o presidente eleito é quem convida os demais componentes para a formação da mesa-diretoria. Convites aceitos, ficou definido que o prefeito de Macambira, Roberto Alves de Souza, é o vice-presidente do consórcio; o prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo, o diretor-geral; e a prefeita de São Miguel do Aleixo, Maria Oliveira da Cruz, foi eleita a diretora-financeira do consórcio.

Uma vez eleitos, os prefeitos assinaram ao Termo de Posse do Consórcio Público. Para efetivação jurídica da implantação do consórcio publico de Saneamento Básico do Agreste Central Sergipano os prefeitos eleitos irão criar um CNPJ oficializando a criação da associação pública. Durante a eleição, ficou definido que a sede será montada no município de Itabaiana.

Para a presidente do consórcio, popularmente conhecida como Uita, ele elimina a um histórico de décadas de luta para acabar com a lixeira extensa em seu município. “Ela está lá há anos. O consórcio vai literalmente varrer a uma imagem que deprecia o orgulho do povo de Ribeirólopis”, comemora a prefeita do município.

De acordo com o superintendente de Educação Ambiental da Semarh, Lício Valério Lima, a implantação do consórcio público para a gestão dos resíduos sólidos representa uma conscientização coletiva. “Isso só poderia acontecer coletivamente. E ainda leva uma vantagem sobre os demais municípios. É que segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, em 2012 cada município deverá apresentar seu Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos. Com a consolidação do consórcio público, todos os municípios inseridos apresentarão apenas há um único projeto. Será um para todos”, explicou.

“Aleluia! O lixo da cidade já está entrando casa à dentro. O consórcio irá por o lixo definitivamente no lugar dele.Este é sem dúvida um dia importante para os moradores do município”, comemorou festivamente o prefeito da cidade de Pedra Mole, Cleverton Santos.

De acordo com o prefeito de Macambira, cidade conhecida pelo tradicional banho de cachoeira, o fechamento do consórcio público é um fato histórico. “Somos o primeiro em todo o Estado. Acreditamos no sonho e corremos atrás para que esse dia se efetivasse. Cuidar do lixo é cuidar da saúde e do meio ambiente. Estou muito feliz com o dia de hoje”, declarou.

Municípios

Dos 20 municípios que compõe o território Agreste Central Sergipano na formação para implantação do consórcio Público de Saneamento, apenas três não aderiram ao consórcio. São eles, Pinhão, Divina Pastora e Riachuelo.

Estão associados ao consórcio público do Agrestre os município de Areia Branca, Campo do Brito, Carira, Cumbe, Itabaiana, Macambira, Malhador, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora das Dores, Ribeiropólis, Santa Rosa de Lima, São Miguel do Aleixo, Siriri, Divina Pastora,São Domingos, Pedra Mole e Frei Paulo.

Aterros Sanitários

A Partir da consolidação do consórcio público, os municípios do Agreste Central terão diversos aterros sanitários para trabalhar adequadamente a gestão do lixo de seus municípios. Será criado um Aterro Sanitário de grande porte no município de Itabaina, a qual atenderá aos municípios de Areia Branca, Campo Brito,Itabaiana, Macambira, Malhador, Moita Bonita, Ribeirópolis, São Domingos e a própria cidade de Itabaiana. Também, a implantação de Aterros Simplificados Compartilhados, atendendo aos municípios de Nossa senhora das Dores, Riachuelo, Frei Paulo e Nossa Senhora Aparecida e ainda, mais um Aterro Simplificado Individual para a cidade de Carira.

Os aterros serão complementados por usinas de compostagem, galpões de triagem, pontos de entrega voluntaria, e pontos de resíduos de construção e demolição.

Alcance de consórcios

Além do consórcio do Agreste Central, mais dois consórcios estão em fase de criação. São eles: o do Baixo São Francisco Sergipano- composto por 27 municípios incluindo Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu, Nossa Senhora da Glória, Propriá, Neópolis e Brejo Grande - e o do Centro Sul Sergipano.

O do Centro Sul, composição de 16 municípios, terá seu início deflagrado ainda no mês de fevereiro. Para esse futuro consórcio o Ministério das Cidades já disponibilizou verba de R$ 430.000,00 para dar início aos estudos de viabilidade técnica, operacional e financeira para implantação do consórcio.

Nacional

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei no 12.305/2010) reforça a necessidade de criação de consórcios públicos municipais para a promoção da sustentabilidade dos serviços prestados e a divisão de despesas, além de contribuir para a inclusão social de catadores e a desativação de lixões que poluem o solo e os recursos hídricos. Para o Governo Federal esses consórcios são capazes de otimizarem recursos e se traduzem em oportunidade de negócios com geração de emprego e renda.

Fonte: Semarh

quinta-feira, 24 de março de 2011

Baixe agora a 1º edição do Informativo PensaDores


Galera já está disponível a 1º Edição do Informativo PensaDores é só clicar no link logo abaixo, e ''VOILÁ''. 
O formato do arquivo está em PDF, ou seja vc precisará ter instalado em sua máquina o seguintes softwares, o Adobe Reader ou Foxit Reader, para poder abri-lo.

Clique neste link para iniciar o download do Informativo:

Caso você não tenha nenhum desses programas, não se desispere, pois é só clicar em um desses links, para baixar os programas:

Adobe Reader 
Foxit Reader

Após o download, instale o programa, abra o arquivo em do Informativo PensaDores e aprecie as notícias contidas no mesmo.

Obs: Existem outros programas que abrem o arquivo, mas esses são os programas mais populares e além de tudo são grátis.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Dia Mundial da Água 2011


GOVERNO DE SERGIPE
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO - DRE'05
COLÉGIO ESTADUAL GENERAL CALAZANS


Apresentação:

Esta é a primeira vez na história da humanidade que a maioria da população mundial vive em cidades: 3,3 bilhões de pessoas. E a paisagem urbana continua a crescer. 38% do crescimento é representado pela expansão das favelas, enquanto que a população das cidades estão aumentando mais rápido do que a infraestrutura da cidade pode se adaptar.

O objetivo do Dia Mundial da Água 2011 é chamara atenção do mundo para o impacto do rápido crescimento urbano, industrialização e as incertezas provocadas pelas mudanças climáticas, os conflitos e as catástrofes naturais em sistemas urbanos de água.

O tema deste ano é água para as cidades: responder ao desafio urbano, cujo objetivo é incentivar os governos, organizações, comunidades e indivíduos a participarem ativamente na resolução do desafio da gestão das águas urbanas. O Dia Mundial da Água é realizado anualmente em 22 março, como forma de concentrar a atenção sobre a importância da água doce e defender o manejo sustentável desta. A cada ano, no Dia Mundial da Água, é destacado um aspecto específico da água doce.

O Colégio Estadual General Calazans coerente com as temáticas apresentadas sem seu Projeto Político Pedagógico e neste momento, com as questões dos impactos que tem sofrido os mananciais de água doce no município de Nossa Senhora das Dores, realizou um Seminário no ontem, 22, com a finalidade de promover a comunidade local escolar um momento de (re)construção de conhecimento da realidade das questões ambientais so nosso município e, principalmente atentar as autoridades para a necessidade de medidas urgentes para solucionar a problemática relacionada às questões dos mananciais de águia doce, dos resíduos sólidos e outros que muito têm prejudicado o meio ambiente local.

Alunos

Palestrante, Prof. José Claudio Rocha

Palestrante, Prof. Nilson Silva Santos

Palestrante, Gilberto Luiz Santana

Ralização:
Colégio Estadual General Calazans

terça-feira, 22 de março de 2011

10 Motivos Para Beber Água



1. Acelera o metabolismo.

2. Auxilia o trabalho dos rins, prevenindo a formação de pedras renais.

3. Evita infecções urinárias.
4. Ajuda a emagrecer, pois dá sensação de saciedade.
5. Evita prisão de ventre.
6. Ajuda a combater gripes e resfriados.
7. Melhora a absorção de vitaminas e sais minerais.
8. Lubrifica as cordas vocais, melhorando a voz.
9. Hidrata profundamente a pele, retardando o envelhecimento.
10. Elimina as toxinas do organismo.


Programa Nacional de Controle da Dengue




A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em conseqüência da dengue. 

Em nosso país, as condições socioambientais favoráveis à expansão do Aedes aegypti possibilitaram a dispersão do vetor desde sua reintrodução em 1976 e o avanço da doença. Essa reintrodução não conseguiu ser controlada com os métodos tradicionalmente empregados no combate às doenças transmitidas por vetores em nosso país e no continente. Programas essencialmente centrados no combate químico, com baixíssima ou mesmo nenhuma participação da comunidade, sem integração intersetorial e com pequena utilização do instrumental epidemiológico mostraram-se incapazes de conter um vetor com altíssima capacidade de adaptação ao novo ambiente criado pela urbanização acelerada e pelos novos hábitos.

Nos primeiros seis meses deste ano, 84.535 pessoas tiveram dengue, enquanto que, em 2003, as notificações chegaram a 299.764. Saiba qual é a situação atual da dengue no Brasil e o que tem sido feito para sua erradicação.

NOVAS AÇÕES 
O controle proposto pelo Programa Nacional de Controle da Dengue trouxe mudanças efetivas em relação aos modelos anteriores. Veja o que tem sido prioritário. O controle da transmissão do vírus da dengue se dá essencialmente no âmbito coletivo e exige um esforço de toda a sociedade. Por isso, é prioritário para o PNCD: 

1. a elaboração de programas permanentes, uma vez que não existe nenhuma evidência técnica de que a erradicação do mosquito seja possível, a curto prazo;
2. o desenvolvimento de campanhas de informação e mobilização das pessoas, de maneira a se criar o envolvimento da sociedade na manutenção do ambiente doméstico livre de potenciais criadouros do vetor;
3. fortalecimento da vigilância epidemiológica e entomológica para ampliar a capacidade de predição e de detecção precoce de surtos da doença;
4. melhoria da qualidade do trabalho de campo de combate ao vetor;
5. integração das ações de controle da dengue na atenção básica, com a mobilização dos Programas de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e Programas de Saúde da Família (PSF);
6. utilização de instrumentos legais que facilitem o trabalho do poder público na eliminação de criadouros em imóveis comerciais, casas abandonadas etc;
7. atuação multissetorial por meio do fomento à destinação adequada de resíduos sólidos e a utilização de recursos seguros para armazenagem de água;
8. desenvolvimento de instrumentos mais eficazes de acompanhamento e supervisão das ações desenvolvidas pelo Ministério da Saúde, estados e municípios. 

PROGRAMA NACIONAL 
Com as dificuldades enfrentadas nas diversas tentativas de erradicação da doença, a idéia é garantir uma forte campanha de mobilização social, em 2002 o objetivo passa a ser a redução do dano causado pela doença. A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em conseqüência da dengue. 

Em nosso país, as condições socio-ambientais favoráveis à expansão do Aedes aegypti possibilitaram a dispersão do vetor desde sua reintrodução em 1976 e o avanço da doença. Essa reintrodução não conseguiu ser controlada com os métodos tradicionalmente empregados no combate às doenças transmitidas por vetores. Programas com baixíssima ou mesmo nenhuma participação da comunidade, sem integração intersetorial e com pequena utilização do instrumental epidemiológico mostraram-se incapazes de conter um vetor com altíssima capacidade de adaptação ao novo ambiente criado pela urbanização acelerada e pelos novos hábitos. 

Em 1996, o Ministério da Saúde decidiu rever sua estratégia e propôs o Programa de Erradicação do Aedes aegypti (PEAa). Ao longo do processo de implantação desse programa observou-se a inviabilidade técnica de erradicação do mosquito a curto e médio prazos. O PEAa, mesmo não atingindo seus objetivos, teve méritos ao propor a necessidade de atuação multissetorial e prever um modelo descentralizado de combate à doença, com a participação das três esferas de governo: Federal, Estadual e Municipal. 

A implantação do PEAa resultou em um fortalecimento das ações de combate ao vetor, com um significativo aumento dos recursos utilizados para essas atividades, mas ainda com as ações de prevenção centradas quase que exclusivamente nas atividades de campo de combate ao Aedes aegypti. Essa estratégia, comum aos programas de controle de doenças transmitidas por vetor em todo o mundo, mostrou-se absolutamente incapaz de responder à complexidade epidemiológica da dengue. 

Os resultados obtidos no Brasil e o próprio panorama internacional, onde inexistem evidências da viabilidade de uma política de erradicação do vetor, a curto prazo, levaram o Ministério da Saúde a fazer uma nova avaliação dos avanços e das limitações, com o objetivo de estabelecer um novo programa que incorporasse elementos como a mobilização social e a participação comunitária, indispensáveis para responder de forma adequada a um vetor altamente domiciliado. 

Diante da tendência de aumento da incidência verificada no final da década de 90 e da introdução de um novo sorotipo (Dengue 3) que prenunciava um elevado risco de epidemias de dengue e de aumento nos casos de Febre Hemorrágica de Dengue (FHD), o Ministério da Saúde, com a parceria da Organização Pan-Americana de Saúde, realizou um Seminário Internacional, em junho de 2001, para avaliar as diversas experiências bem sucedidas no controle da doença e elaborar um Plano de Intensificação das Ações de Controle da Dengue (PIACD). 

A introdução do sorotipo 3 e sua rápida disseminação para oito estados, em apenas três meses, evidenciou a facilidade para a circulação de novos sorotipos ou cepas do vírus com as multidões que se deslocam diariamente. Estes eventos ressaltaram a possibilidade de ocorrência de novas epidemias de dengue e de FHD. Neste cenário epidemiológico, tornou-se imperioso que o conjunto de ações que vinham sendo realizadas e outras a serem implantadas fossem intensificadas, permitindo um melhor enfrentamento do problema e a redução do impacto da dengue no Brasil. Com esse objetivo, o Ministério da Saúde implantou em 2002 o Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD). 

Muito embora outras causas tenham influenciado, considera-se que as ações do PNCD, desenvolvidas em parceria com Estados e Municípios, tenham contribuído na redução de 73,3% dos casos da doença no primeiro semestre de 2004 em relação ao mesmo período do ano anterior. Dados da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde mostram que, nos primeiros seis meses de 2004, 84.535 pessoas tiveram dengue, enquanto que, em 2003, as notificações chegaram a 299.764


MAIS EM: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=23614

Conheça o BLOGANDOSE

Galera com muito esforço e dedicação, o trabalho sempre um dia será recompensado de diversas maneiras, um bom exemplo disso, é o reconhecimento, vinda por parte do pessoal do BlogandoSe, este que surgiu mediante a idéia de reunir mesmo que virtualmente e quem sabe pessoalmente, os blogueiros sergipanos.


A proposta principal e inicial deles foi começar com uma pequena divulgação de blogs e seus criadores, aumentando o número de visitantes interessados, trazer dicas de como melhorar o seu espaço e promover concursos e sorteios entre os seguidores. 


Bom, uma boa parte vocês já conseguiram. Creio que o restante está a pouco passos de se realizar! Estamos na torcida.

Confira e conheça mais o blog




segunda-feira, 21 de março de 2011

Semana da água

O Colégio Estadual Professor Fernando Azevedo, ciente do seu papel peranate a sociedade irá promover uma semana de discursões sobre a seguinte temática: "Água para as Cidades: Respondendo aos Desafios Urbanos."

OBJETIVO: Propiciar a socialização do tema em estudo e incentivar a participação ativa dos diferentes setores da sociedade a fim de minimizar os problemas relacionados a gestão das águas nos centros urbanos.

PÚBLICO ALVO: Estudantes, Professores, Funcionários, Representantes de Instituíções privadas e públicas.

PROGRAMAÇÃO DE 21 A 25/03

Dia 21/03
10h: Mesa Redonda;
Tema: Água nas Cidades;
Púplico Alvo: Funcionários, Professores e Alunos do 2° C;
Palestrante: Profª Glória Rejane.

Dia 22/03 (Dia "D")
7hs: Palestra de Conscientização, Trabalho com contexto, Distribuíção de água na Terra;
8: 30h: Intercâmbio escolar "Fernando Azevedo" e "General Calazans";
Apresentação de paródias e pesquisas (8ª A e 2° A).

Dia 25/03
Culminância dos trabalhos desenvolvidos: painéis fotográficos, exposição de cartazes, banners, coreografia, paródias, desenhos, vídeos e exibição de curta metragem.

9h: Mesa Redonda
-Gilberto Luiz Santana (DEAGRO):
Resíduos sólidos e lençol freático;
-Aécio Ferreira da Silva (Engenheiro Ambiental DESO):
Tratamento e distribuíção da água de Dores;
- Integrantes do Informativo Pensadores:
Poluíção dos recursos hídricos dorenses.

14h: Palestra: Uso consciente da água, evite desperdício!
Palestrante: Profª Joseane Carvalho
Teatro: SOS Água

20h: Mesa Redonda
Tema: Água para as Cidades
Palestrantes: Profº Edivaldo Carvalho e Técnica da DRE'5 Elivanir Soares;
Dinâmica Profª Advanúzia

Realização:


Por Gealisson Santos

sábado, 19 de março de 2011

DCE da UFS promove curso de línguas na Universidade

A Universidade Federal de Sergipe através do Diretório Central dos Estudantes está promovendo o projeto todas às línguas, que oferta aos alunos da UFS cursos de inglês, espanhol, francês, latim, grego, alemão e libras.
O curso é destinado a os alunos da UFS e comunidade e paga-se apenas uma taxa única de R$75,00 (básico) e R$ 80,00 (intermediário) por semestre. Os professores são graduandos dos cursos da universidade e possuem experiência docente.Este projeto iniciou-se ano passado e obteve bastante sucesso pelo público acadêmico.
As inscrições estão sendo feitas no DCE UFS, nos três turnos até o dia 01 de abril. As aulas têm início previsto para dia 02 de abril.
Da redação ITnet, Aparecido Santana.

Fonte: ITnet

Super Lua cheia poderá ser vista hoje no céu sergipano.


Se você tiver a impressão que a Lua está um pouco maior e mais brilhante neste fim de semana, existe uma razão para isso.

A Lua Cheia deste sábado será uma super "lua perigeu" - a maior em quase 20 anos.

Este fenômeno é bem mais raro do que a famosa Lua Azul, que acontece uma vez a cada dois anos e meio. As informações são da CNN.

"A última Lua Cheia tão grande e tão perto da Terra ocorreu em março de 1993", disse Geoff Chester, do Observatório Naval dos EUA, em Washington. "Eu diria que ela vale uma olhada."

Segundo o pesquisador, no perigeu a Lua fica cerca de 50 mil km mais perto da Terra do que quando está no ponto mais distante de sua órbita, também conhecido como apogeu. "Luas perigeu são cerca de 30% mais brilhantes e podem parecer 14% maiores do que as Luas que ocorrem no lado do apogeu da órbita lunar," diz o site da Nasa.

A Lua Cheia vai nascer no leste ao pôr do sol e deve parecer especialmente grande quando estiver próxima ao horizonte por causa do que é conhecido como "ilusão da lua".

Mesmo que se tenha sensação de poder tocar o satélite, a Lua do sábado ainda estará a uma distância saudável - cerca de 356,577 km de distância.

A influência do satélite natural poderá ser sentido essencialmente nas marés, no entanto, os efeitos sobre a Terra são menores, e de acordo com estudos mais detalhados, a combinação da Lua estar em sua maior aproximação da Terra em sua configuração "lua cheia", não deve afetar o equilíbrio interno da energia do planeta.


Foto: Nasa/Divulgação
Fonte: ItNet

sexta-feira, 18 de março de 2011

As sem-razões do amor

    Alguma poesia

      As sem-razões do amor
    Eu te amo porque te amo.
    Não precisas ser amante,
    e nem sempre sabes sê-lo.
    Eu te amo porque te amo.
    Amor é estado de graça
    e com amor não se paga.

    Amor é dado de graça,
    é semeado no vento,
    na cachoeira, no eclipse.
    Amor foge a dicionários
    e a regulamentos vários.

    Eu te amo porque não amo
    bastante ou demais a mim.
    Porque amor não se troca,
    não se conjuga nem se ama.
    Porque amor é amor a nada,
    feliz e forte em si mesmo.

    Amor é primo da morte,
    e da morte vencedor,
    por mais que o matem (e matam)
    a cada instante de amor.


    Carlos Drummond de Andrade

    Comemorado o Dia Internacional da Mulher em N. Sra. das Dores


    A Administração do município de Nossa Senhora das Dores, por adequação a ações de beneficiamento às homenageadas do Dia Internacional da Mulher, face o planejamento prévio e responsável escolheu o dia 17 de março para homenagear as mulheres dorenses. Na oportunidade foi colocado em prática o Projeto “A Beleza de Ser Mulher”, que teve início às 13h00 e se prolongou por toda a tarde.
    O local escolhido foi a escola José Figueiredo Barreto, uma das maiores da rede municipal de ensino, que abriga uma comunidade estudantil de 610 alunos em dois turnos (manhã e tarde) e vinte e seis componentes no corpo docente. As instalações da mesma foram construídas e inauguradas em 2002, inicialmente com quatro salas de aula, e agora conta com nove.
    A realização foi da Secretaria de Assistência Social do Município, contando com a organização do CRAS, CREAS e a Secretaria Municipal de Educação.
    Estudantes de algumas séries do mesmo colégio, formaram grupos para realizar homenagens; a psicóloga Flora Alice proferiu palestra para os presentes mostrando os avanços conseguidos desde 1857, quando 139 mulheres trabalhadoras ao reivindicarem seus direitos a um proprietário de uma fábrica nos Estados Unidos foram’ trancadas e queimadas’. Também uma das alunas do referido colégio fez referência ao fato de que durante a declaração dos direitos do homem e do cidadão (1791) as mulheres continuaram ‘de fora’.
    A psicóloga Flora Alice foi enfática ao afirmar que muitos avanços já foram conseguidos, mas ainda existem alguns pontos a serem alcançados: “- Antes, sequer a mulher podia falar em sexualidade, a virgindade hoje já não é tão emblemática (pode-se casar desvirginada), já existe o preservativo, mas o distribuído em grande escala é o masculino, feminino ainda não”.
    Um grande bolo, refrigerantes e brindes foram distribuídos às homenageadas. Como brindes foram distribuídas blusas com estampas específicas para o evento, cortes de cabelo, serviço de manicure e aplicações de escova no cabelo.
    A Secretária de Assistência Social Tâmara Rodrigues ao lado do prefeito Aldon Luis saudaram todas as mulheres; por todo o tempo os dois foram cumprimentados por centenas de participantes, residentes na ‘estrada do matadouro novo’, onde fica localizado o colégio, bem como de pessoas que residem em áreas adjacentes onde se situam alguns núcleos habitacionais e de todo o município.

    MAIS INFORMAÇÕES EM: SóCurtição

    Itabaiana Arrecada Alimentos para Sertanejos


    A secretária de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides), Eliane Aquino, participou na tarde da última quarta-feira, 16, da Campanha 'Doar é Ser Solidário', uma iniciativa da deputada estadual Maria Mendonça para arrecadar donativos em prol dos sertanejos que sofrem com a estiagem. A ação aconteceu na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) do município de Itabaiana, distante 52 quilômetros da capital sergipana.
    Para a primeira-dama do Estado, a ideia da parlamentar é de fundamental importância e se coaduna com a campanha do Governo do Estado e seus parceiros, o Sergipe Solidário. "Sempre tenho colocado que, se cada um fizer a sua parte, a gente melhora a vida de todos. Itabaiana colocou em um único dia mais de 12 toneladas de donativos, e esse número deve aumentar até o final dessa grande festa solidária".
    Também presente, o coordenador da Defesa Civil do Estado, major Erivaldo Mendes, avaliou que toda a iniciativa para ajudar o povo sertanejo é bem vinda. "A deputada Maria Mendonça mobilizou a população de Itabaiana para arrecadar donativos para os sertanejos e nós estamos trabalhando a montagem dessas cestas que serão distribuídas junto com as que temos em Aracaju", frisou.

    VEJA MAIS EM: SóCurtição

    quinta-feira, 17 de março de 2011

    Dia 19 começa o Coverama 2011

    Já marcou em sua agenda a data da 1ª eliminatória do Coverama? Isso mesmo, dia 19 o maior festival de bandas cover começa e você não pode ficar de fora desta. As primeiras bandas concorrentes são:

    Rammstein
    Legião Urbana
    The Strokes
    Rage Against The Machine
    Placebo
    CPM 22
    Limp Bizkit
    Scars On Brodway
    Raul Seixas
    Edson Gomes
    Alice In Chains

    Os ingressos estão a venda nas lojas Planet Music, Casa do Artista e Baviera Haus (Unit da Farolândia) por R$15,00.

    Para maiores informações confira: Coverama

    Poluição do Açude

    Foto: Acervo Informativo Pensa Dores

    A água é sem dúvida um dos recursos de maior importância para existência e manutenção dos seres vivos, e o município de Nossa Senhora das Dores é beneficiado com um corpo hídrico que poderia possibilitar lazer e desenvolvimento turístico da cidade, mas infelizmente a população não pode desfrutá-lo, este que é um imenso reservatório de água localizado nas proximidades do centro da cidade, o açude público.

    Mas infelizmente “os bons momentos” e a saúde do açude apenas permanecem nas memórias das pessoas. Com o desenvolvimento do município, houve a necessidade de utilizar algum lugar para servir de depósito do esgoto gerado, e o local escolhido foi o açude. Sua localização geográfica foi de suma importância para a mortal escolha, já que se situa num aclive, fato que possibilita o fácil escoamento do esgoto gerado.

    Atualmente o patrimônio aquático está no descaso e esquecimento de muitos, no entanto, com toda essa degradação ambiental, este ainda serve de sustento e subsidio para algumas famílias carentes que residem nas proximidades do açude. Muitas pessoas por não terem o conhecimento sobre a poluição ou mesmo ignorarem seus efeitos; realizam atividades arriscadas e ao mesmo tempo, poluidoras, como, limpeza de animais, o que consequentemente ocasiona o depósito de produtos químicos como detergentes e remédios utilizados para fins de tratamento veterinário, lavagem do couro de animais de corte, roupas, balneabilidade, ingestão e até mesmo a prática da piscicultura, e alguns desses pescados quando não utilizados na alimentação de subsistência, são ofertados na feira municipal.

    Um dos fatores preocupantes em relação à saúde pública e transmissão e proliferação de inúmeras doenças oriundas do açude público, doenças como a Esquistossomose, Amebíase, Cólera, Leptospirose dentre outras que contaminam principalmente crianças, estas que são os maiores frequentadores desse imenso reservatório.

    Um dos momentos históricos que o açude recebeu influencia e atenção foi quando o Padre Cônego Miguel Monteiro Barbosa fez um escoamento das águas, essa transferência originou um tanque utilizado para balneabilidade. No entanto esse tanque conhecido popularmente como “Tanque do Padre” tornou-se também um sinônimo de poluição, pois esgotamento da cidade e dejetos humanos e de animais são lançados diariamente no mesmo.

    As diretrizes X e XV do nosso plano diretor que são voltadas especificamente para o açude público tratam como objetivo “desenvolver e implantar o Projeto de Proteção Ambiental na área do Açude Público”, e “Preservar as áreas ambientalmente frágeis ocupadas e recuperar as degradadas, especialmente as situadas no entorno do Açude Público, Tanque do Padre e Pedreiras”.

    O plano diretor nada mais é que um documento que deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes e as vocações da cidade, os problemas e as potencialidades. É um conjunto de regras básicas que determinam o que pode e o que não pode ser feito em cada parte da cidade. Desta forma, a prefeitura em conjunto com a sociedade, busca direcionar a forma de crescimento, conforme uma visão de cidade coletivamente construída e tendo como princípios uma melhor qualidade de vida e a preservação dos recursos naturais.

    No entanto esta “utopia” descrita no plano diretor, nunca saiu do papel, solução para o açude existe, porém é cara e em longo prazo, pois haveria a necessidade de construção de uma estação de tratamento de esgoto, além da despoluição e tratamento do próprio Açude Público e do Tanque do Padre. Nossa Senhora das Dores ainda engatinha a passos pequenos para alcançar seu desenvolvimento sustentável e ambiental esperado, contudo o que impede o rápido desenvolvimento é a carência em educação ambiental, esta é a base sólida que sustenta os valores socioambientais que possibilita o melhor manuseio e preservação dos recursos naturais existentes, portanto as informações e idéias citadas anteriormente trazem a tona à necessidade de atenção para o nosso imenso corpo aquático que hoje ainda mesmo que doente, faz parte de cada um de nós.

    Foto: Acervo Informativo Pensa Dores

    Texto retirado da página 10 do Informativo Pensa Dores, 1º Edição.

    Radiação nuclear x Saúde e meio ambiente

    O vazamento de grande quantidade de material radioativo tem graves efeitos na saúde pública e impactos no meio ambiente, alerta o radiobiólogo espanhol Eduard Rodríguez-Farré.
    No núcleo de um reator nuclear a partir da fissão do urânio, existem mais de 60 elementos radioativos, tanto com vida curta como vida longa, que se acumulam no organismo, por serem parecidos com nossos elementos biológicos.
    Entre eles, o iodo, o estrôncio 90 e o césio são alguns dos poluentes mais prejudiciais para a saúde humana, que aumentam o diagnóstico de todo tipo de câncer e diminuem a imunidade do organismo.




    A afecção do iodo é imediata, provoca mutações nos genes e aumenta o risco de câncer, especialmente de tireóide. O césio se deposita nos músculos, enquanto o estrôncio se acumula nos ossos, durante um período mínimo de 30 anos. As duas substâncias multiplicam a possibilidade de incidência de câncer de ossos, de músculos e tumores cerebrais, entre outras patologias.
    As radiações afetam também o sistema reprodutivo, com mais riscos às mulheres que nos homens. Os espermatozóides se regeneram totalmente a cada 90 dias, no entanto, os óvulos permanecem nos ovários e se um óvulo é alterado pela radiação e fecundado posteriormente, se produzirão más-formações no feto, inclusive anos depois.
    Como a principal via de contágio é a inalação, é recomendado ingerir pastilhas de iodo. A tireóide elimina o iodo restante e desta forma, quando acaba o iodo normal pode começar a eliminar o iodo radioativo inalado. Se o contato é através da pele, é possível evitar problemas de saúde lavando todo o corpo com detergente tanto o corpo, quanto cabelos e unhas.
    As doenças mais frequentes produzidos pelo excesso de radiação são o câncer, as alterações gastrintestinais, problemas na medula óssea, assim como do aparelho reprodutor (como infertilidade e más-formações) e o enfraquecimento do sistema imunológico.

    Fonte: o dia

    Prefeito de Brejo Grande estaria recebendo 30% por contrato fraudado




                Em cumprimento a dez mandados judiciais, policiais federais de Sergipe realizaram a operação “Olhos de Águia”, visitando residências e escritórios das cidades de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Brejo Grande para apreender documentos e computadores que continham informações sobre um suposto esquema de fraude em licitações. O crime estaria ocorrendo na prefeitura de Brejo Grande e contaria, segundo a PF, com a participação do prefeito do município, Carlos Augusto Ferreira (PSB), que estaria recebendo 30% do valor das obras como propina por facilitar a suposta fraude. A polícia ainda vai investigar o valor total que o administrador da cidade teria recebido, que pode chegar a R$ 550 mil.
                Em coletiva à imprensa, os delegados federais Carlos César Pereira de Melo, da Delegacia de Combate aos Crimes Fazendários, e Márcio Alberto Gomes Silva detalharam a investigação, que iniciou há cerca de dois meses. Segundo Carlos César, em 28 de janeiro deste ano, a PF recebeu a informação sobre o suposto esquema de fraude em licitações no município de Brejo Grande, iniciando uma investigação. “Durante esse período nós conseguimos identificar um esquema composto de fraudes em licitações que envolve, pelo indício que nós temos, tanto as empresas como também servidores públicos e o próprio prefeito”, diz.


    VEJA MAIS INFORMAÇÕES EM:
    CorreiodeSergipe

    Programação Especial Marca 156 Anos de Aracaju

        O aniversário de 156 anos da capital brasileira da qualidade de vida é comemorado nesta quinta-feira, dia 17 de março, por toda a população aracajuana. A Prefeitura Municipal preparou uma programação extensa, repleta de atividades culturais e esportivas, para marcar a data em grande estilo.
        A festa começou logo cedo, às 6h, na tradicional Alvorada Festiva, com queima de fogos em vários pontos da cidade. Em seguida, às 8h, foi celebrada uma missa na Igreja de Santo Antônio, na Colina.
    Simultaneamente, aconteceu a largada da 3ª Prova Aniversário de Aracaju de Ciclismo, realizada pela Prefeitura Municipal, em parceria com a Federação de Ciclismo. Cerca de 200 participantes sairam da avenida Paulo Barreto, em frente à Embrapa. Eles disputam prêmios no valor total de R$ 6.460,00, além de colocações no ranking brasileiro.
        Às 9h, o prefeito Edvaldo Nogueira conduz a tradicional solenidade de aposição de flores no monumento a Ignácio Joaquim Barbosa, na Praça do Mini-Golfe. O gesto homenageia o ex-governante da Província de Sergipe Del Rey, responsável por transferir a capital do estado de São Cristóvão para Aracaju.
    Passeio Ecológico
        Em defesa do Rio Sergipe e em comemoração ao aniversário da capital, o jornalista Osmário Santos e o artista plástico José Fernandes promovem o 8° Passeio Ecológico 'Aracaju de Tototó - É hora de salvar o Rio Sergipe', realizado em parceria com a Prefeitura de Aracaju.
    O evento tem início às 14h, no conjunto Inácio Barbosa, ao lado da Confraria do Cajueiro, de onde 21 embarcações partirão para o rio Sergipe, com 575 pessoas a bordo. No mesmo local, um bolo gigante e apresentações artísticas abrilhantam a festa em comemoração aos 156 anos da capital.
    "O passeio tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade sergipana para a importância de cuidar e preservar esse bem comum de todos, que é o rio Sergipe. O encontro ecológico é um grito de socorro contra o desmatamento dos manguezais e a poluição dos rios", informa Osmário.
    Corridas
         A Prefeitura Municipal reservou um espaço na programação do aniversário da cidade para o esporte. A 28° Corrida da Cidade de Aracaju terá a participação de nomes de destaque no cenário nacional. Mais de 500 atletas já confirmaram participação, entre eles o vencedor do ano passado, Frank Caldeira, e o 2° colocado na 27° Corrida da Cidade de Aracaju, Giomar Pereira. Atletas internacionais também estão inscritos, como os quenianos Titus Kipkosgei e Agnes Jepkosgei.
    A largada acontece às 16h na Praça Getúlio Vargas, em São Cristóvão, com chegada na Praça do Mini Golf, em Aracaju. O prêmio para o primeiro colocado é de R$ 6.300,00.
    No mesmo dia, às 14h30, acontece a 7° Corrida Especial, para pessoas com deficiência física. O percurso é de 3 km, com início na avenida Augusto Franco e chegada na Praça do Mini Golf, na avenida Ivo do Prado. O prêmio para o primeiro colocado é de R$ 300,00.
    Shows
        A festa de aniversário termina com os shows das bandas Skank e Cavaleiros do Forró. As apresentações acontecem na praça Hilton Lopes, entre os mercados municipais, a partir das 21h. Prometendo uma apresentação à altura da importância da data comemorativa, a banda mineira formada pelos meninos Samuel Rosa (guitarra e voz), Henrique Portugal (teclados), Lelo Zaneti (baixo) e Haroldo Ferretti (bateria) agitará o público com os seus grandes sucessos.

    Confira a programação:
    6h - Alvorada festiva
    (Queima de fogos em vários pontos da cidade)
    8h - Missa na Igreja de Santo Antônio
    Colina Santo Antônio
    8h - 3ª Prova Aniversário de Aracaju de Ciclismo
    (Parceria com a Federação de Ciclismo)
    9h - Aposição de flores a Ignácio Joaquim Barbosa
    Local: Praça do Mini-Golf
    14h - Passeio ecológico "Aracaju de Tototó - É hora de salvar o Rio Sergipe"
    Saída do Parque do Conjunto Ignácio Barbosa
    (Coordenação Jornalista Osmário Santos)
    15h - 7ª Corrida Cidade Aracaju (Especial)
    16h - 28ª Corrida Cidade Aracaju
    21h - Show do Aniversário
    Atrações: Skank e Cavaleiros do Forró
     
    MAIS DETALHES EM: EmSergipe